Plano de tratamento e dieta para preocupações do médico

O médico revela tratamentos essenciais para combater suas preocupações, seguidos dos alimentos que você deve procurar para promover uma vida feliz e saudável.

Doutora

“E se eu não conseguir pagar a hipoteca? Ou se minha saúde piorar de repente? ” Todos nós temos preocupações persistentes que nos mantêm acordados à noite. Na verdade, a preocupação está embutida em nosso DNA e pode até ser benéfica, especialmente quando nos motiva a economizar para o futuro. Mas se preocupar pode se tornar tóxico para sua saúde quando você sempre espera o pior, ou não consegue parar de perguntar “E se?” Aqui, o médico revela três métodos para controlar sua ansiedade, sem o uso de medicamentos prescritos, seguidos do sem preocupações alimentos que você deve comer.

Break the Worry Loop: Quiet the Brain





Ao perceber que a preocupação é um processo neurológico, em vez de simplesmente um “sentimento”, podemos tomar medidas para aliviá-la. Bem no fundo de nossos cérebros existe uma estrutura em forma de amêndoa chamada amígdala, que atua como nosso centro de medo e ansiedade. Quando experimentamos uma preocupação potencial, a amígdala envia mensagens de alerta ao córtex, a parte racional de nosso cérebro, que pode avaliar se essa preocupação é realmente preocupante. À medida que o córtex racional é inundado com mais e mais sinais de alerta da amígdala, no entanto, ela é incapaz de processar todos eles, levando a ciclos de preocupação ou ansiedade.

Felizmente, existem várias etapas que podemos tomar para acalmar o cérebro e nos preocupar menos:

  • Gaste 15 minutos por dia reconhecendo suas preocupações de maneira tangível. Criar uma lista das 10 principais preocupações ou um calendário de eventos estressantes que estão por vir permite que você crie estratégias e lide com cada problema diretamente, para que não cresçam a um tamanho incontrolável.
  • A respiração profunda pela barriga, seja em uma aula de ioga, no escritório ou no sofá, é útil para interromper pensamentos irracionais. Se você costuma se preocupar com tóxicos, tente carregar um balão no bolso. Encher um balão obriga você a fazer respirações longas e lentas com o diafragma, o que desacelera sua frequência cardíaca, diminui a pressão arterial e ajuda seu corpo a usar o oxigênio com mais eficiência, tendo um efeito calmante.

Trate problemas estomacais relacionados à preocupação: acalme o trato gastrointestinal

Seu estômago atua como um “segundo cérebro” quando se trata de se preocupar. Na verdade, como nosso cérebro, nosso estômago tem seu próprio sistema nervoso, chamado sistema nervoso entérico. Quando nos preocupamos, milhões de receptores embutidos no trato gastrointestinal reagem ao medo acelerando ou diminuindo o trato digestivo, o que pode causar náusea, diarreia e azia.

Existem dois tratamentos naturais excelentes para problemas estomacais relacionados à ansiedade:


comer pelo meu tipo de sangue o positivo

  • A erva-cidreira é usada desde a Idade Média como uma erva calmante. Tome 400 mg duas vezes ao dia para evitar que seu estômago reaja aos seus pensamentos preocupados;disponível em farmácias por cerca de US $ 4.
  • Você também pode experimentar o iberogast, disponível em lojas de produtos naturais por cerca de US $ 20. Iberogast é uma mistura de plantas e ervas, incluindo cominho, camomila, alcaçuz, cardo de leite e hortelã-pimenta. Adicionar 20 gotas à água pode acalmar os receptores no estômago quando a ansiedade atinge.

Faça uma abordagem integrativa das preocupações: concentre-se na conexão mente-corpo

A medicina convencional vê a preocupação em um nível fisiológico; a medicina integrativa busca avaliar a mente, o corpo e o espírito em conjunto, procurando desequilíbrios na “energia”.

  • Experimente um elixir ansiolítico de 1 colher de chá de suco de limão, 1 colher de chá de gengibre em pó e meia colher de chá de mel, tomado 3 vezes ao dia. Acredita-se que este remédio indiano tradicional equilibre o corpo aumentando a energia no sistema digestivo, reduzindo assim o excesso de energia na mente. Além disso, estudos mostram que o suco de limão reduz a pressão arterial ao fortalecer os capilares e pode estimular constituições fracas. O gengibre acalma o estômago, enquanto o mel controla a instabilidade do açúcar no sangue que acompanha as preocupações.
  • Quando precisar se acalmar rapidamente, experimente o Escents Stress Relief Aromatherapy Inhaler, disponível online por cerca de US $ 7. Os cheiros de bergamota, lavanda, eucalipto, petitgrain e jojoba vão direto para a amígdala - o centro de medo e ansiedade do cérebro - criando uma sensação imediata de calma e reduzindo sua pressão arterial.

Foco na comida

Se você é um preocupado crônico, pode encontrar alívio em sua cozinha. Certos alimentos contêm vitaminas, aminoácidos e carboidratos complexos que comprovadamente aumentam as substâncias químicas cerebrais que fazem você se sentir bem, acalmam os nervos e ajudam você a ter uma noite de sono melhor. Aqui, o médico mostra o que comer, o que evitar e três amostras de refeições para curar sua preocupação.

Alimentos que você deve evitar

A maioria dos alimentos que buscamos quando estamos preocupados, na verdade, nos fazem sentir pior. Você deve evitar carboidratos simples como bebidas açucaradas, alimentos processados ​​e sobremesas, bem como cafeína e álcool. Tudo isso, depois de fornecer uma “explosão” temporária, vai deixá-lo mais cansado, estressado e ansioso.

Alimentos que você deve procurar


perder mais peso em 30 dias

  • Os carboidratos complexos agem como tranquilizantes, aumentando a serotonina que eleva o humor no cérebro e mantendo o açúcar no sangue estável. Você obterá carboidratos complexos de pão integral, aveia seca, batata azul, feijão seco e cevada.
  • O triptofano é um aminoácido que produz niacina e serotonina, o hormônio regulador do humor do cérebro. Você provavelmente já ouviu falar do triptofano no Dia de Ação de Graças, pois é um composto do peru, mas também o encontrará no camarão, banana, molho de soja, sementes de abóbora e couve.
  • A vitamina C pode ajudar a reduzir os níveis de hormônios do estresse, de acordo com estudos, já que períodos prolongados de estresse reduzem os níveis de vitamina C nas glândulas supra-renais. Sabemos que as laranjas são uma grande fonte de vitamina C, mas também o são os pimentões vermelhos, os pêssegos, os brócolis, as couves de Bruxelas, os ovos, os espinafre e os kiwis. Na verdade, apenas 1 xícara de couve fornece 50% de suas necessidades diárias de vitamina C.
  • Os ácidos graxos ômega-3 ajudam a mantê-lo calmo, mantendo os hormônios causadores do estresse cortisol e adrenalina sob controle. Você encontrará ômega-3 em peixes oleosos como salmão e atum, linhaça, nozes e soja.

3 refeições deliciosas para aliviar as preocupações

Agora que você sabe quais alimentos procurar e por quê, aqui estão três das refeições favoritas do médico para reduzir a ansiedade, carregadas com os compostos de combate às preocupações mencionados acima.

Café da manhã: Parfait à prova de pânico

Experimente um parfait de melão com queijo cottage, aveia seca e pistache para começar o dia. O melão é uma excelente fonte de vitamina C; queijo cottage contém triptofano; e aveia seca fornecem carboidratos complexos, enquanto pistache fornecem ácidos graxos ômega-3.

Almoço: Salada Taco Sem Estresse

Para o almoço, saboreie uma tigela de taco com peru grelhado, feijão preto, pimentão, milho, espinafre ralado e um bocado de iogurte grego. Para fazer a tigela de taco, vire uma forma de muffin de cabeça para baixo, borrife a tortilha com um pouco de azeite e asse na forma de cabeça para baixo a 375 ° F por 8-10 minutos. A tortilha de trigo integral é um ótimo carboidrato complexo; o feijão preto rico em fibras estabilizará o açúcar no sangue; e o peru e o iogurte contêm triptofano, enquanto o pimentão, a pimenta malagueta e o milho são ricos em vitamina C. Certifique-se de usar espinafre picado, que também é rico em vitamina C, em vez de alface pobre em nutrientes.

Jantar: bife sem preocupações


como começar a perder peso quando você é obeso mórbido

Encerre o dia com bife grelhado alimentado com grama, purê de batata azul e aspargos cozidos no vapor com amêndoas picadas. É normal comer carne vermelha com baixo teor de gordura uma vez por semana ou mais, mas certifique-se de que seja orgânica e alimentada com capim para maximizar seus benefícios nutricionais, particularmente ômega-3. A cor azul das batatas vem das antocianinas, que em um estudo com animais de 2008 demonstrou conter antioxidantes cruciais na proteção contra o estresse. As amêndoas em fatias são ricas em vitamina B para tornar seu corpo mais resistente às preocupações e ao estresse, enquanto os aspargos são uma grande fonte de triptofano. Certifique-se de cozinhar os aspargos no vapor, e não no microondas, para preservar todos os seus nutrientes.